Pages

domingo, novembro 16, 2008

Razão de ser

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

Autor:Paulo Leminski

4 Opinões.:

s2 Raah s2 disse...

Adorei!
Simplesmente, escrevemos! Não precisamos de motivos...
Obrigada pelo comentario, a idéia foi mesmo passar a vida de uma mulher que perde seu amor numa guerra.

Bjuundah
Volte sempre!
http://naosouemo.blogspot.com/

s2 Raah s2 disse...

Sobre seu coment no meu blog:
É um saco quando isso acontece né Floor?
Quando parece que esta tudo bem, bate aquele vento de lembrança, e bagunça mais uma vez nosso sentimento.
Estou esquecendo porque não vi ele esses dias, e isso me ajuda, a tentar não lembrar, mas quando eu ve-lo tenho certeza que meu coração vai acelerar, e me fazer em pedaços novamente!
;/

Boa sorte pra nós?

Arlequim disse...

Vim me desculpar pelos meus textos. ahuiahiuaha
Mas fico feliz em saber que você se encontra neles. :]
Beijão

Hugo Ceregato disse...

Tem um por quê. Porque você gosta, ora bolas. porque eu gosto. porque nós gostamos, e esperemos em Deus fazer parte da elite de escritores brasileiros.