Pages

sábado, junho 12, 2010

Café


Eram 14:00 hrs daquele dia fatídico,eu estava atrasada como de costume,ao entrar naquela cafeteria sabia que nada mais seria igual,hora de encarar os fatos e dizer a verdade,na entrada a visto com uma blusa marrom sentada e balançado as pernas de nervoso a cara estava bagunçada,ou melhor confusa.
O frio na minha barriga era fervoroso,devia ir embora,mais não, ia até o fim sem amarelar não era do meu feitio.
Adentro o estabelecimento,levanta a cabeça disfarça o olhar e por fim se rende,puxa a cadeira.
-Boa Tarde;disse friamente.
-Boa pra ti também.
Sentamos e o silêncio que se antecede em todas as cenas dramáticas matem-se por minutos .
A garçonete se aproxima,peço um café,o dela parece não ser o primeiro.Aproveito a quebra do gelo e disparo: -Enfim,Carmelita porque me chamaste aqui ?
-Bom,preciso saber se fui traida,não aguento mais essa duvida,me mata.Escorre uma lágrima do rosto dela,já não sei se é certo dizer a verdade.
A verdade tem que ser dita,todos pregamos esse ditado,mais na hora em que ela é posta na mesa negamos.
Afinal doí em demaseio,não sabemos se somos fortes o suficiente pra tê-las em mãos.
-Poderia vir a mentir,mais prefiro dizer a verdade,sei que vai doer pra ambas (pausa);Sim,tivemos um caso não me orgulho disto,peço desculpas!O amor que sentia me cegou,não medi consequencias pra ter comigo deixei que o desejo tomasse conta.
Mais lágrimas escorreram do rosto dela,e se perguntava o porque?Logo pra mim que não tinha respostas foi um devaneio.
Respondi :- Não sei,clamou pela verdade te disse.
O café chega,dou guardanapos pra enxugar suas lágrimas.Tomo um gole de café quando, na verdade queria um cigarro.
Olho pra fora com intenção de desviar a vontade de chorar,o tempo já parece fazer isso por mim
por mim. A chuva é incessante e minha cabeça gira por tão grande fardo.

11 Opinões.:

Nina Oliver disse...

realmente...eh tudo um jogo de sorte.
beijoo

Just Eventually disse...

Se essa paixão ou amor alucinante fosse fácil de controlar creio que raramente teriamos tantos problemas ou tantos comflitos emocionais.

bjos

Lari disse...

as verdades também magoam.
depois de feito algo, não se pode mais evitá-lo =/

beijinhos

Duanny!. disse...

ameei!

muito legal =)

camila souza. disse...

amor e uma coisa de talvez realmente "/

Daniela Filipini disse...

Um café e a dor vem nos visitar...

Malu Paixão disse...

vc escreve maravilhosamente bem. Encantada!!!! Parabens!

Fernanda Hauptmann disse...

Eu sempre quero um cigarro.

Bill Falcão disse...

Essas dúvidas são terríveis...
Bjoo!!

Bahh Grou. disse...

Texto cheio de emoção.. na hora que a coisa aperta a gente tem que decidir, é matar ou morrer, neste caso não se mata sem morrer um pouco junto.
Gostei bastante!
Beijo!

Tudo sobre EMOS! disse...

Amei o jeito q vc escreve...vc é d+...Tira poesia e amor da onde naum tem; nota 1.000.000.000 vc é d+...continue assim...