Pages

sexta-feira, março 13, 2009

Restos de uma vida.

Se conheceram e rolou aquele, amor ,louco amor,ardente...Um tempo depois,já estavam morando juntos,e se casando.Parecia que eles eram feitos um para o outro,e o tempo se passou os obstáculo se punham a frente.
Era espantoso,ver como eles o atravessavam de mãos dadas,um filho até eles tiveram,depois de tantos ano juntos,Ela que batalhara mais que ele,a única tarefa que ele tinha não fazer nada,Pobre mulher trabalhava 24 hrs,se esqueceu dela mesmo,da vaidade,e o principal o amor próprio,O seu sanguessuga continuava ativo,e sem dar valor a ela,procurou outra,mesmo tendo a ridícula justificativa que precisava de carinho,que ordinário,como ela sem forças,ajuda ou qualquer apelo,não era ouvido.
Depois de ter roubado tudo dela,o amor-próprio,dinheiro,vida tudo.
Decidiu ser feliz,num universo que não existe felicidade e poucos momentos felizes,e deixou a pobrezinha,trocou,desfez e como não bastara a culpa no final ainda era dela,como uma mulher que vivera tantos anos de sua vida pra ele,conseguira se segurar com suas pernas esquecidas e se reerguer?
Queria que todo aquele sofrimento,a remoesse dia após dia,sem desabafos.
Orgulho ferido dela,se mostrou foi atrás dele queria vingança pelas mentiras omitidas,no passado,pelas juras,de que não houvera nada,Ah ela bateu,chorou se aliviou,enquanto ele arranhava de uma forma esdrúxula,foram ditos absurdos,Agora ela toma calmante,tenta recuperar seu auto-estima,e o amor por ela.
Ele está buscando a felicidade,mas a consciência,irá deixar?

7 Opinões.:

Arlequim disse...

Para ser sincera não entendi muito bem, me pareceu confuso.
Acho que tanto desafeto levou a mulher à confusão.
Beijos

Cadinho RoCo disse...

A perversidade é algo terrível.
Cadinho RoCo

Bella disse...

Vai deixar sim. No fim as coisas sempre se ajeitam ;)

Máah Castro disse...

eu acho que a felicidade é o que tem dentro da gente, não importa quanto desafeto ela tenha criado, e junto com aquela rebeldia, que nós mesmos conhecemos tão bem, é que uma pessoa pode ser considerada reealmente feliz :D


beeijos

Duanny!. disse...

É quanto mais leio você, mais adoro!
e concordo com a Máh Castro, não importa o o desafeto a fdelicidade mora dentro dela!

;D

Aninha disse...

Ela vai sim...
Ele não... Por que a confusão tá dentro dele... Ele os fez infeliz...
Trocou-se a mulher, mas o inteior dele é o mesmo...

Que ela não seja como uma outra que passou por isso e continua perpetuando a situação, que ela consiga ir em frente...

Andréia disse...

seu post tem um pouco a ver com a história de vida da minha vó...